Tratamento Caseiro Para Micose – Melhores Chás e Plantas Medicinais!

Praticamente todas as pessoas já sofreram de micose. A doença trata-se de um problema relativamente comum, que possui tratamentos bastante eficazes.

A doença é causada por fungos e pode atingir diversas partes do nosso corpo. Pode aparecer, por exemplo, na unha, na virilha, no couro cabeludo e na pele em geral.

O que é a Micose?

Como mencionado, a micose trata-se de uma doença dermatológica, ocasionada pela proliferação de fungos. A micose pode se manifestar em diversas partes do corpo.

A doença se caracteriza, geralmente, pelo aparecimento de manchas avermelhadas ou esbranquiçadas. Costumam causar coceira intermitente. A micose tem a aparência de uma lesão, que pode, às vezes, possuir uma crosta.


Quais os tipos?

Não existe apenas um tipo de micose. A doença se classifica em 3 tipos, que requerem tratamentos específicos. Confira a seguir:

  • Pitiríase Versicolor: trata-se de um tipo de micose que, no geral, não apresenta sintomas, como a coceira. A doença se manifesta por meio do surgimento de manchas pequenas de cor branca. Também pode apresentar uma coloração levemente rosada ou acastanhada. Nesse tipo de micose costumam aparecer diversas manchinhas, que se agrupam ou permanecem espalhadas pelo corpo. Também é comum que, com o tempo, as manchas descamem.

A micose Pitiríase Versicolor costuma atingir partes do corpo como o tronco, o pescoço, os braços e o rosto. Também observa-se uma incidência maior dessa micose em jovens e adolescentes. Isso porque a pele oleosa desses pacientes cria um ambientes suscetível ao desenvolvimento da doença.

O tratamento para a micose Pitiríase Versicolor é feito à base de medicações tópicas ou orais.

mulher com Micose no rosto

Outros tipos de Micose

  • Onicomicoses: micose que atinge as unhas – tanto das mãos quanto dos pés. No início da doença costuma aparecer uma pequena mancha clara na unha. Com a evolução do problema, a mancha de torna maior e mais escura. A unha atingida costuma ficar mais grossa, frágil e fácil de descamar.

A micose Onicomicose pode, inclusive, fazer com que a unha se descole do dedo. O tratamento para esse tipo de micose é realizado com a administração de medicamentos orais antifúngicos, como: terbinafina, itraconazol, griseofulvina e fluconazol.

Além disso, as micoses Onicomicoses se subdividem nos tipos:

  1. Onicomicose subungueal distal : forma mais comum da doença, atinge as pontas das unhas.
  2. Onicomicose subungueal proximal: forma rara da doença. Atinge as regiões mais próximas das cutículas das unhas.
  3. 3. Onicomicose superficial branca: micose comum nas crianças, se manifesta nas áreas mais perto das cutículas das unhas.
  • Tinhas: micose conhecida popularmente como “pé-de-atleta”, mas que pode se manifestar em qualquer região do corpo. Nas crianças, por exemplo, costuma aparecer no couro cabeludo. Nesse caso, a doença se caracteriza pela formação de crostas que provocam uma intensa coceira na região. O tratamento pode ser feito com medicações orais antifúngicas ou de uso tópico.

Quais as causas da Micose?

Micose na unha

A principal causa da micose é a proliferação de fungos em determinadas regiões do corpo. Os fungos passam a se alimentar da queratina que temos na pele, cabelos e unhas, causando lesões.

Porém, algumas causas facilitam o aparecimento da micose. A doença costuma se desenvolver com facilidade, quando os fungos encontram ambientes com condições oportunas. Entre elas estão: a umidade, a baixa imunidade do organismo, o calor, ou mesmo a utilização, por longos períodos, de alguns antibióticos do tipo sistêmico.

Outra causa da micose é o contágio, pois a doença pode passar de uma pessoa para outra. A contaminação por contágio se torna mais susceptível se a pessoa apresentar baixa de imunidade e regiões que facilitam a reprodução dos fungos.

Vale ressaltar que existem fatores de risco, que tornam nosso organismo mais propício a contrair a micose. Entre eles, podemos citar:

  • Andar por locais úmidos descalço, principalmente por lugares públicos
  • Transpirar excessivamente ou ficar muito tempo em ambientes úmidos e quentes
  • Existência de lesões ou infecções na pele,  nas unhas e no couro cabeludo
  • Má circulação do sangue

Tratamento caseiro para Micose

Embora as micoses costumam ser tratadas com medicamentos alopáticos, alguns tratamentos caseiros podem ajudar no tratamento da doença. A seguir, você confere algumas receitas de tratamento caseiro para Micose:

  • Chá de folhas de aipim

Ingredientes:

3 folhas da aipim

300 ml de água

Modo de fazer

  1. Coloque a água sob o fogo e aguarde até que ela ferva
  2. Assim que a água levantar fervura, adicione as folhas da aipim picadas, deixando a mistura ferver por mais 2 minutos
  3. Retire a mistura do fogo e deixe a infusão tampada por cerca de 10 minutos para apurar
  4. Em seguida, coe a infusão
  5. Faça compressas na área afetada 3 vezes ao dia, por cerca de 15 minutos.
  6. Repita a operação até a micose desaparecer
  • Chá de óleo sálvia

Ingredientes

2 gotinhas de do óleo essencial de sálvia

Modo de Fazer

  1. Embeba uma gaze ou um algodão no óleo de sálvia.
  2. Passe o óleo na área com micose 3 vezes ao dia
  3. Faça o procedimento até curar a doença
  • Chá de ervas

Ingredientes:

1 punhado de folhas de arruda

1 punhado de folhas de alecrim

1 punhado de alfazema

2 punhado de folhas de nogueira

1 punhado de eucalipto

1 litro de água

1 dente de alho amassado

Modo de fazer:

  1. Coloque a água sob o fogo e adicione todas as ervas e o alho.
  2. Deixe a infusão fervendo por 5 minutos
  3. Deixe que a infusão amorne e, em seguida, coe.
  4. Com o chá obtido lave a região com micose ou, então, faça compressas no local com a infusão. Caso a doença esteja localizada nas mãos ou nos pés, deixe-os de molho no chá por cerca de 20 minutos.
  5. Faça esse procedimento 2 vezes ao dia, até a micose sarar.

um chá para micose

Mais tratamentos caseiros para Micose

  • Spray de babosa e malaleuca

Ingredientes:

½ colher de chá de óleo essencial de malaleuca

150 ml de suco de babosa

Modo de fazer:

  1. Junte os ingrediente, mexendo até formar uma mistura homogênea.
  2. Coloque a mistura obtida em um frasco com vaporização
  3. Agite bem o frasco e aplique na região afetada 3 vezes ao dia.
  4. Use o spray até a micose desaparecer

Como evitar?

Existem algumas formas de evitar o aparecimento da micose. Veja, a seguir, como você pode evitar e doença:

  • Não faça uso de objetos pessoais de terceiros
  • Evitar andar descalço por locais úmidos, principalmente públicos. Use chinelos ao frequentar, por exemplo, saunas, praia, chuveiros, etc
  • Dê preferência a roupas íntimas e meia feita de algodão. Peças feitas de fibras sintéticas retêm o suor, criando um ambiente úmido e quente
  • Seque-se sempre muito bem. Dê atenção especial à regiões mais susceptíveis ao desenvolvimento da micose. Entre elas: vão dos dedos dos pés, axilas, virilhas e parte detrás das orelhas
  • Alterne o uso dos sapatos, evitando usar o mesmo por dias seguidos. Após o uso, não guarde os calçados imediatamente. Deixe que eles fiquem por algumas horas fora dos armários
  • Quando for a manicure, procure levar a sua própria lixa, tesoura e alicate
  • Não fique ou use com roupas molhadas ou úmidas por muito tempo
  • Não use meias não lavadas
  • Evite ficar em contato por muito tempo com sabão e água
  • Não leve cachorro para a praia
  • Mexa na terra apenas usando luvas nas mãos
  • Cuidado com os animais de estimação. Caso perceba problemas na pele ou no pelo do animal, leve-o a um médico veterinário
  • Prefira usar calçados arejados ou abertos.
  • Guarde os calçados em locais arejados

Quando buscar ajuda médica?

Caso você perceba alterações na textura ou na cor da pele ou das unhas e couro cabeludo, recomenda-se procurar um médico. Procure um dermatologista, mas se não for possível, você pode se consultar com um clínico geral.