O Que é Alfazema? Quais os Tipos? Quais Seus Benefícios? Como Usar?

Quando ouvimos falar em alfazema logo vem à nossa mente aquele perfume tão popular e antigo que já era usado pela nossa avó. Realmente essa é uma planta muito antiga, que foi utilizada inicialmente pelo seu aroma acentuado e agradável, nos banhos dos gregos e romanos.

Teve um papel muito importante na ampliação e crescimento do mercado de perfumaria e cosméticos na Europa.

Durante a segunda guerra mundial foi então utilizada como erva medicinal tratando os ferimentos dos soldados. Algumas pessoas confundem a lavanda com a Alfazema.

Alfazema é uma das espécies de lavandas. Ela possui o aroma acentuado de canfora. São plantas originarias do mediterrâneo com flores em formato de espigas violetas, azuis ou roxas.


O que é Alfazema?

É possível encontra mais de 30 tipos de lavanda e a alfazema é um deles. Por isso a alfazema é também chamada de lavanda, pois é uma espécie, e está relacionada a limpeza. A palavra lavanda tem origem no latim ¨lavandus¨ que significa lavar.

A alfazema inicialmente era usada somente para banhos, perfumes, lavar roupas e aromatizar ambientes. Posteriormente foi descoberto que suas folhas e flores possuíam também propriedades medicinais. Então seu uso foi agregado ao tratamento natural de várias doenças.

Tipos e espécies

uma plantação de Alfazema

A lavanda ou alfazema é uma planta originaria do sul da Europa ao Norte da África. Ela prefere temperaturas frias ou amenas.

No entanto, atualmente, com todo este avanço tecnológico na genética, tornou-se possível seu cultivo em várias partes do mundo. Sua adaptação a climas mais quentes propiciou ainda mais uma variação de flores e cores.

No Brasil o tipo mais comum é a lavanda-francesa. São as flores de cor lilás acinzentado e se adapta muito bem na região sul.

Existem muitos tipos, selecionamos os mais conhecidos:

1. Lavandula Angustifolia

É originaria da Europa, predominante na Itália e França. Seus benefícios medicinais atuam como: calmante, auxilia no tratamento da sinusite, queimaduras, feridas, elimina piolhos e parasitas.

2. Lavandula dentata

É originaria do Mediterrâneo Ocidental e aceita solo mais seco com acúmulo de calcário. É muito usada na fabricação de perfumes e ornamentação de jardins. Seu uso medicinal atua no alívio de dores estomacais.

3.     Lavandula latifólia

É uma espécie encontrada principalmente na Inglaterra, Espanha e França. Ainda que conhecidas por sua beleza e aroma agradável, esta espécie se destaca por não possuir esta característica.

Seu benefício medicinal é que funciona como um antibactericida, ajudando na cura de feridas e acalmando picadas e insetos.

4. Lavandula multifida

Esta espécie é originaria da África. Suas características diferem bastante das outras espécies.

5. Lavandula Stoechas

É encontrada na Macaronesia e região mediterrânea. Seu uso medicinal é indicado para combater a febre, auxiliar na digestão, combate os sintomas de gripes e resfriados e tratar feridas.

6. Lavandula Lanata

É uma espécie comum na Espanha, característica das regiões montanhosas. Seu nome se baseia na sua estrutura, pois no inverno produz uma camada espessa no seu ¨corpo¨ semelhante a lã, desenvolvendo assim um mecanismo de proteção.

7. Lavandula Viridis

É também originaria da Espanha e característica de regiões montanhosas. Seu destaque não se refere a beleza ou aroma, mas sim pelos vários benefícios medicinais que ela oferece. É grande auxiliar no combate a dor de cabeça, antiespasmódico, contra a insônia, alivia dores provocadas por tensões e é também um excelente estimulante.

Para que serve a Alfazema?

A alfazema é um produto bem popular no Brasil. É usado na área de cosméticos na fabricação de óleos essenciais, desodorantes, perfumes e outros. A alfazema é usada também como erva medicinal pois possui vários benefícios comprovados nesta área.

As indicações medicinais da alfazema são muitas, podemos citar as seguintes:

  • Alivia dores de cabeça
  • Auxilia no tratamento da depressão
  • Ajuda no excesso de gases
  • Atenua náuseas
  • Abranda tosse e problemas respiratórios como bronquite e asma
  • Seu efeito calmante é um grande auxiliar no combate a insônia
  • Diminui ou elimina cólicas menstruais
  • Alivia o cansaço
  • Diminui a ansiedade
  • Auxilia no alivio nos casos de má digestão
  • Stress
  • Ameniza ou cura reações alérgicas
  • Picadas de insetos
  • Má circulação
  • Hipertensão arterial
  • Anti-inflamatório
  • Antisséptico

uma muda de Alfazema

Quais os benefícios do banho de Alfazema?

O banho feito com Alfazema proporciona um ótimo resultado de relaxamento. Suas propriedades calmantes e tranquilizantes são indicadas nos casos de ansiedade, insônia e stress.

No banho podem ser usadas as flores secas ou o óleo essencial. Se você possui uma banheira o óleo ou as flores podem ser colocadas em água quente, quando estiver na temperatura adequada você descansa ali por alguns minutos.

Se você não tem uma banheira, isto não é problema. Pegue as flores e faça um sachê (um saquinho), pode usar um paninho (tipo tecido de fralda), com ajuda de um barbante prenda no chuveiro.

Desta maneira a água quente do chuveiro passa pela planta, destilando as propriedades medicinais no seu corpo. Os benefícios que os banhos de alfazema podem proporcionar são reconhecidos por muitas pessoas.

Efeitos colaterais e contraindicações

Como toda planta de uso medicinal a alfazema deve ser usada com cautela observando sempre as dosagens. As reações podem variar de pessoa para pessoa.

O efeito colateral da alfazema é a sonolência por suas propriedades relaxantes, que são observadas quando o consumo é excessivo.

Em relação as contraindicações, são recomendadas que evitem seu uso: pessoas que tem ulcera gástrica ou gastrite, crianças, lactantes e gestantes.

Qual o seu significado na umbanda?

muda de Alfazema

Dentro da umbanda a alfazema é utilizada por algumas entidades em suas orientações e consultas.

A alfazema é considerada por esta religião como um neutralizador de energias negativas. Não é considerado somente um perfume, mas é dada a esta erva poderes para um tratamento espiritual.

São recomendados por estas entidades o uso da erva para banhos de ¨limpeza¨ tanto do corpo como da casa. A alfazema, segundo as entidades, limpa os chacras e retira o “mau olhado”. É indicado também o uso da alfazema para favorecer os relacionamentos afetivos, tornando-se um atrativo no caso da mulher para o sexo oposto.

Chá de Alfazema emagrece?

Não foram encontrados registros de que o chá de alfazema apresente algum impacto sobre o peso corpora. Por isso não se pode afirmar que esse chá emagrece. No entanto, como ajuda o funcionamento do organismo, pode contribuir para um processo de emagrecimento.

Como fazer o chá de Alfazema?

O chá poderá ser feito por infusão das flores ou folhas de alfazema. Você vai precisar de duas colheres de chá das folhas frescas (ou desidratadas) para 1 litro de água.

Ferva a agua num recipiente apropriado. Quando levantar a fervura, ponha as folhas de alfazema na água e desligue o fogo. Tampe o recipiente e deixe em infusão por dez minutos (mais ou menos). Coe o chá e está pronto para o consumo. O uso indicado é duas a três xicara ao dia.

Sempre que for preparar um chá, de preferência faça a quantidade a ser consumida no dia. Como se trata de uma erva relaxante observe sua reação em relação a sonolência.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre a alfazema, para que serve, seus benefícios e como ela pode ser utilizada. Aproveite essas informações!